Pergunta 1) A inclusão dos 10% de atividades de extensão implicará em aumento da carga horária total do curso?

Resposta: Não. As diretrizes não são para aumento de carga horária, ao contrário, as atividades de extensão devem ser previstas dentro da carga horária total atual do curso. Exemplo, se o curso de graduação em Astronomia possui um PPC em oferta com carga horária total de 3.600 horas (incluindo unidades e componentes curriculares), 360 horas deverão ser previstas na atualização deste PPC para atividades de extensão. Logo, o NDE deste curso deverá discutir e elaborar proposta de distribuição destas 360 horas em unidades curriculares específicas de extensão e em unidades curriculares não específicas de extensão.

Publicado em FAQ

Pergunta 2) Quanto tempo o câmpus terá para alterar os PPCs dos cursos superiores de graduação para atender a curricularização da extensão?

Resposta: A DIREX entende o processo de inclusão de atividades de extensão nos currículos dos cursos superiores como uma oportunidade para formação e qualificação da atuação dos extensionistas do IFSC. Partindo dessa premissa, foi proposta a primeira rodada de curricularização, composta por três etapas distintas e complementares. O Núcleo Docente Estruturante (NDE) tem liberdade para decidir se é o momento de rever o currículo. Caso decida pela adesão ao processo na primeira rodada, deverá seguir o cronograma.

Publicado em FAQ

Pergunta 3) Onde encontro as definições sobre as atividades de extensão no IFSC que podem ser curricularizadas?

Resposta: A DIREX do IFSC define as atividades de extensão a partir das discussões e publicações do Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Instituições Públicas de Educação Superior Brasileiras (FORPROEX) e do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (CONIF). Essas definições estão detalhadas na Resolução CONSUP/IFSC Nº 61/2016. Além disso, na revisão dos PPC, o NDE precisa atentar para o fato de que em alguns cursos as atividades de extensão estão incluídas como atividades complementares, o que não caracteriza curricularização.

Publicado em FAQ

Pergunta 4) Quais os câmpus do IFSC deverão curricularizar a extensão até o ano de 2024?

Resposta: Somente os câmpus que têm cursos superiores de tecnologia, licenciaturas e bacharelados.

Publicado em FAQ

Pergunta 5) Os câmpus que não têm cursos de graduação participarão da curricularização da extensão?

Resposta: Os câmpus do IFSC que não têm curso de graduação poderão participar da curricularização recebendo graduandos de outros câmpus em suas atividades de extensão e contribuindo para a qualificação da extensão do IFSC – por meio de troca de experiências e colaboração inter câmpus. Para que a curricularização alcance êxito, cada vez mais a oferta de atividades de extensão do IFSC precisa ser amplamente divulgada. O registro da participação para fins de creditação curricular está em construção pelas Pró-Reitorias de Extensão e de Ensino. A expectativa é que a comissão de implantação do SIGAA- Módulo Graduação encontre uma solução online, automatizada e viável para esta demanda.

Publicado em FAQ

Pergunta 6) Como saber o total de horas que precisam ser trabalhadas como extensão em meu curso?

Resposta: O PNE estabelece 10% da carga horária total do curso em atividades de extensão, conforme regulamentação da própria IES.  A resolução CONSUP/IFSC Nº 35/2015 usa para base do cálculo a carga horária total do curso descrita no respectivo PPC.

Publicado em FAQ

Pergunta 7) O que é uma unidade curricular específica de extensão?

Resposta: É aquela criada pelo NDE do curso especificamente para concentrar atividades de extensão para atender a Meta 12 do PNE. Esta unidade deve constar na matriz curricular do PPC, ter ementa própria e, quando da oferta do curso, ter horário reservado na semana, encontros regulares, diário de classe e um ou mais professores responsáveis. As atividades de extensão planejadas e desenvolvidas nesta unidade curricular, sempre denominada “Atividades de Extensão”, deverão ser registradas na DIREX/PROEX.

Publicado em FAQ

Pergunta 8) Qual a diferença entre o Componente curricular específico de extensão e componente curricular não específico de extensão, descritos na Resolução nº 35/2015?

Resposta: Primeiramente gostaríamos de esclarecer que não é a mesma coisa. Estas denominações surgiram a partir da Resolução nº 35/2015 e se diferenciam pela presença total ou parcial de atividades de extensão em sua carga horária. Ou seja, a primeira estabelece um componente curricular com 100% de atividades de extensão, e para a segunda, tem-se um componente curricular do PPC em que apenas um percentual é destinado às atividades de extensão. Salientamos que as duas denominações podem aparecer ao mesmo tempo no PPC de modo a atender os 10% da carga horária total do curso para a curricularização da extensão.

Publicado em FAQ

Pergunta 9) Como faço cadastramento e registro das atividades de extensão no IFSC?

Resposta: As atividades de extensão devem ser cadastradas no SIG, utilizando o sistema SIGAA – Módulo Extensão.

Publicado em FAQ

Pergunta 10) As atividades de extensão podem ser desenvolvidas no mesmo local (território) que é campo de estágio de um curso de graduação?

Resposta: Sim. Cada uma terá uma orientação específica.

Publicado em FAQ

Pergunta 11) Como o estudante pode participar da extensão do IFSC?

Resposta: O estudante deve procurar a Coordenadoria de Extensão no seu câmpus ou DIREX – Diretoria de Extensão na Reitoria para conhecer as atividades de extensão e saber como ter acesso aos programas, projetos, cursos e eventos que são ofertados.

Publicado em FAQ

Pergunta 12) Com relação a cursos de extensão e eventos, deve-se contabilizar a carga horária referente ao período de duração do curso ou evento ou deve-se incluir também o tempo que o estudante se dedica a organização de tais atividades?

Resposta: Deve ser levada em consideração toda a carga horária de dedicação do estudante para a organização do evento, ou seja, o antes, durante e o depois.

Publicado em FAQ

Pergunta 13) Os bolsistas de extensão terão os créditos de suas atividades, como bolsistas, contabilizados nos 10% das atividades de extensão exigidas?

Resposta: Sim. Conforme previsto na Resolução (art.3º, inciso I), o estudante poderá ter atuação em programas e projetos, com ou sem bolsa. Os bolsistas da DIREX – Diretoria de Extensão que atuam em projetos de extensão com carga horária semanal especificada em projeto receberão certificado de participação em atividade de extensão.

Publicado em FAQ

Pergunta 14) A iniciação científica pode ser considerada como atividade de extensão?

Resposta: Não. As atividades de pesquisa são contabilizadas no currículo como atividades complementares.

Publicado em FAQ